Metal Reunion Zine

Blog que reúne notícias referentes a bandas, artistas, eventos, produções, publicações virtuais e impressas, protestos, filmes/documentários e quadrinhos independentes/underground ligados de alguma forma a vertentes da cultura Rock'n'Roll e Heavy Metal do Brasil e também de alguns países que possuem parceiros de distribuição do selo Music Reunion Prod's and Distro e sua divisão Metal Reunion Records.

terça-feira, 16 de maio de 2017

TREVAS - Live in São Luis – MA - Resenha DVD


TREVAS
“Live in Sao Luis – MA”
Burn the Cross – Nac.

Esse DVD é apresentado numa espécie de DVD-Demo, sem uma produção sofisticada nem prensado em fábrica, mas é uma boa opção para conhecer algumas novas bandas, inclusive como é sua performance em palco. O nome Trevas é bom comum no meio Heavy Metal. Inclusive, no Brasil, existem três bandas com esse nome, sendo que uma continua ativa, além do Trevas aqui comentado, que é de Belém/PA. Em sua formação constam dois membros do bem conhecido Disgrace And Terror: R. Sanatorium (Aldyr Rod, bateria) e R. Terrorist (Rot, vocal/baixo), além de R. Damner (vocal, backing vocals). A captação das imagens foi feita por apenas uma câmera, ou seja, não espere nada de altamente profissional. Como dito no início, esse material é mais uma Demo do que qualquer outra coisa. A parte de áudio também segue um patamar mais amador, mas, apesar da gravação ‘seca’, a parte instrumental até que está bem audível e definida. O trio pratica um Death Metal com certa influência do Thrash Metal, algo que era de se esperar, até mesmo em razão de contar com integrantes do Disgrace And Terror. Mesmo não sendo profissional, foram tomados alguns cuidados, como a cada música o seu título aparecer no vídeo. O início do DVD conta com menu, onde o Banger poderá escolher o que assistir, pois, além do show principal, realizado em São Luis/MA, existem alguns bônus, como vídeos gravados em ensaio e outras apresentações ao vivo, além de um ‘slide photos’. O ‘set list’ apresentado pela banda traz cinco músicas próprias, além de um cover para “Dirty Bitch” do MX. Como as imagens foram filmadas com apenas uma câmera, então decidiram apenas por focalizar a banda no palco, palco este com pouca luz. O público parecia ser pequeno no momento da apresentação da banda, em se considerando a frente do palco, um tanto vaga. Indicado aos ‘die hard’, que apoiam e curtem algo feito na garra, mais ‘cru’ e sem truques de estúdio.

E-mail: pentagramaproductions@yahoo.com.br

Resenha por Valterlir Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário