Metal Reunion Zine

Blog que reúne notícias referentes a bandas, artistas, eventos, produções, publicações virtuais e impressas, protestos, filmes/documentários e quadrinhos independentes/underground ligados de alguma forma a vertentes da cultura Rock'n'Roll e Heavy Metal do Brasil e também de alguns países que possuem parceiros de distribuição do selo Music Reunion Prod's and Distro e sua divisão Metal Reunion Records.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

TRUE THRASH FEST - 2009 Osaka Japan - Resenha DVD


TRUE THRASH FEST
“2009 Osaka Japan”
Rock Stakk – Imp.

Como o próprio nome já diz, esse DVD reúne nomes do Thrash Metal nesse festival que vem ocorrendo anualmente no Japão. O festival conta com diversas bandas, seja do Japão ou de outros países. Na edição de 2009 os grandes destaques ficaram por conta da lendária Hirax e dos maníacos Thrashers brasileiros do Violator. O menu é simples, trazendo o nome do selo que lançou o DVD, o nome do festival e a opção de escolher todos os shows ou algum em específico. Nota-se que a produção procurou passar algo bem espontâneo, sem muitos truques, apesar de se ter usado várias câmeras. Mesmo com o uso de diversas câmeras, não é algo que possa dizer que é totalmente profissional, porém muito bem feito. O áudio poderia ser melhor, mas nada que atrapalhe. As bandas presentes, apesar de fazerem apenas um estilo, mostram características próprias, inclusive empolgando o sempre animado público japonês. Por falar em público japonês, nesse DVD se nota que o país tem bons nomes no que se diz respeito ao Thrash Metal, e não tem como não se empolgar com bandas como Impaler (trio que destroça com uma rifferama insana), Code Red (que não poupa na pancadaria) e o Abigail, que com sua sonzeira, por vezes, nem conseguia tocar direito, em razão de o público se empolgar tanto que muitas vezes subia no palco e saía batendo nos microfones. Citei apenas três, mas, como mencionei no início, o Japão tem uma boa leva de bandas que enveredam pelo Thrash Metal. Agora falando sobre os dois principais nomes do festival, o Violator mostra sua habitual garra e empolgação no palco. É Thrash Metal até as últimas consequências. Tudo bem, o áudio poderia estar melhor, mas o que vale, aqui, é o feeling que nos é passado, desde o início, com “Ordered to Thrash”, a instrumental que é obrigatória na abertura dos shows, passando por “Toxic Death” e terminando na excelente “Destined to Die”. Perceba-se a empolgação do público japonês, que não parava de se debater desde os primeiros segundos de show, até a última palhetada, inclusive chegando a derrubar os pedestais do microfone e fazendo Pedro “Poney” perder o tempo de “Atomic Nightmare”. O Hirax, como sempre, apresenta um show impecável, com sua mescla entre o Thrash Metal, o Hardcore e até mesmo levadas que pendem para o Heavy Metal tradicional. Katon W. de Pena é sempre um show à parte, mas não se pode deixar de mencionar os demais músicos, que mostram uma garra e amor ao que fazem de forma soberba. Uma boa movimentação em palco, bases, riffs e solos demolidores, coisas inerentes ao Thrash Metal. E o público se mostrou acolhedor o tempo todo, inclusive colocando Katon nos braços na execução de “Hate, Fear and Power”. Em “El Diablo Negro” o vocalista levanta uma bandeira do Japão para ganhar de vez o público daquele país. Como sempre, um show impecável. O local do evento se mostrava acolhedor e com uma boa e empolgada plateia. O encarte que vem com o DVD traz nomes das bandas e músicas, e quando aberto se transforma num pequeno cartaz do evento. Esse material, apesar de importado, foi disponibilizado no Brasil pela Kill Again Records.

Site: www.killagainrec.com

Resenha por Valterlir Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário