Metal Reunion Zine

Blog que reúne notícias referentes a bandas, artistas, eventos, produções, publicações virtuais e impressas, protestos, filmes/documentários e quadrinhos independentes/underground ligados de alguma forma a vertentes da cultura Rock'n'Roll e Heavy Metal do Brasil e também de alguns países que possuem parceiros de distribuição do selo Music Reunion Prod's and Distro e sua divisão Metal Reunion Records.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Grave Desecrator - Insult - Resenha CD


Grave Desecrator
“Insult”
Hells Headbangers – Imp.

“Insult” é o segundo álbum completo da entidade carioca chamada Grave Desecrator. O artefato, que claramente reafirma o compromisso da banda com o Metal Negro brasileiro, foi lançado pelas gravadoras Ketzer Records (Alemanha) e Hells Headbangers (USA). A primeira impressão que se tem só olhando para frente de capa do disco assinada pelo tatuador e artista plástico Léo Lavatori, é que se trata de algo que transpira pura “maldade”. Sim MALDADE! Aquela mesmo que muitas bandas brasileiras hoje em dia usam como clichê em suas abordagens artísticas, porém em muitos casos não passam de mero enfeite para um perfil “artístico”. A ilustração da capa dá o recado e está diretamente associada ao título do álbum. O material foi gravado e mixado no HR Studio, por Leonardo Pagani e foi masterizado por Harris Johns, no Music Lab, em Berlim/Alemanha. Harris Johns tem em seu currículo trabalhos para bandas como, por exemplo, Kreator, Sodom, Exumer. O disco apresenta um Grave Desecrator mais feroz e com composições muito mais amadurecidas do que as apresentadas no seu ‘debut’ “Sign of Doom”. Ao total são 12 faixas, todas excelentes e marcantes, mas destaco “Poisoned Purity”, “Insult”, “Decline of Faith”, “Black Vengeance” e “Stained by Blood”, como as que eu mais curti. Realmente faltam mais palavras para descrever o quanto fiquei impressionado com esse petardo que Butcherazor (voz e guitarra), Black Sin and Damnation (guitarra), Necrogoat (baixo) e Angeldust (bateria) “escreveram” juntos e, na minha humilde opinião, deve ser considerado mais uma “página” importante para a história do Metal extremo brasileiro. Enfim, “Insult” é algo que todo Hellbanger que se preza deveria ter em casa e escutar todos os dias no volume máximo, pois se trata de um verdadeiro culto ao Negro Metal em forma de CD. Apesar desse material comentado aqui ser importado e estar praticamente fora de catálogo nas gravadoras que lançaram, você tem a chance de adquirir a versão nacional que está para ser lançada pela Red Light Productions do Rio de Janeiro ainda em 2012. Em tempo: desde 2011 o responsável pelas baquetas do Grave Desecrator é Slaughterer (Apokalyptic Raids, Flageladör, Pós-Sismo, Bestial Curse, entre outras).
Resenha por Chakal

Nenhum comentário:

Postar um comentário