Metal Reunion Zine

Blog que reúne notícias referentes a bandas, artistas, eventos, produções, publicações virtuais e impressas, protestos, filmes/documentários e quadrinhos independentes/underground ligados de alguma forma a vertentes da cultura Rock'n'Roll e Heavy Metal do Brasil e também de alguns países que possuem parceiros de distribuição do selo Music Reunion Prod's and Distro e sua divisão Metal Reunion Records.

domingo, 29 de junho de 2014

Documentário: 'O Rio de Jano'

A fim de retratar a cidade para o álbum que estava lançando na época, Jano criou um tratado antropológico com visual pop. Especializado em livros num certo formato - na Europa conhecidos como Cadernos de Viagem -  o ilustrador visitou lugares fora dos cartões postais e deu sua visão peculiar sobre a cidade do Rio e seu povo, traçando um interessante paralelo com as antigas expedições européias ao exótico "Brasil-Colônia".


Influenciado pelos quadrinhos underground americanos e pelo rockabilly, Jano vale-se do artifício de antropomorfizar animais pra melhor definir tipos humanos em suas HQs.  seu trabalho ainda hoje, é pouco conhecido no Brasil, tendo sido publicado na extinta revista Animal, além da graphic novel Wallaye, onde seus personagens Kubla e Kebra embarcam numa divertida aventura africana.

Dirigido a seis mãos por Anna Azevedo, Eduardo Souza Lima e Renata Baldi, o filme documenta não só a interação do artista com os "nativos" e suas paisagens, mas também o processo de elaboração das pranchas que compõem o livro que dá título ao filme.


Conta com animações produzidas pela
Toscografics, do também cartunista Allan Sieber (que também colaborou em O homem que copiava) e a direção de fotografia é de Mário Carneiro.

O documentário contou com as participações de Paulo Coelho (que apresenta Copacabana ao francês), Zuenir Ventura, que acompanha Jano à Vigário Geral, João Máximo, em Vila Isabel e Jerry Robinson — desenhista da época de ouro do Batman e criador do Coringa — 

Jano é reconhecido pelo seu traço inconfundível, no qual pessoas são retratadas com rostos de animais. Os subúrbios são locações preferenciais do artista, cujo foco se concentra nas situações e nas personagens, não nas paisagens. Suas andanças pelo Rio, sempre acompanhadas pela equipe do documentário,  renderam imagens nos bairros de Madureira (onde  ficou admirado com as manequins popozudas: na França, os manequins das lojas são retos, afirmou), Ilha de Paquetá, Barra de
Guaratiba, Santa Tereza, Centro da Cidade, um pagode em Realengo, orla e Maracanã. No clássico Fla X Flu , Jano encantou-se com a torcida do Flamengo, retratada em seu bloco de desenhos com suas cornetas, bandeiras gigantescas e bolas de gás.

O documentário Rio de Jano foi concretizado/lançado no ano de 2003 e contou
com o apoio cultural do Consulado Francês do Rio.

ilustrações de Jano
Pesquisas por Mauricio Porão

Fonte
http://faith-on.blogspot.com.br/2014/03/cine-noia-o-rio-de-jano.html

Faith Girls - Edição # 19 - X Girls & Nunked Lunch

Após algum tempo sem postagens Faith Girls,
 segue uma para colocar o "papo" em dia.
Todas as fotos por nosso colunista / colaborador Mauricio Porão.
Várias modelos e de alguns posts feitos no 
blog http://faith-on.blogspot.com.br/ durante o 1º semestre de 2014
Boa viagem.


Fonte
Mauricio Porão





Documentário: Varg Vikernes e Satan Rides The Media

Com direção de  Torstein Grude, lançado em 1998 e com 50 minutos de duração, esse documentário preciso aborda a Noruega do fim dos anos 80, começo dos 90, quando jovens fãs de bandas como Venom, Bathory e Hellhammer decidem se reunir para formar seus próprios grupos e tocar uma música agressiva, herege, brutal. Da união destas bandas surge também neste período o famigerado movimento ‘Inner Circle’, que procurava remover o cristianismo e outras religiões não-escandinavas da cultura norueguesa bem como tudo o mais que afetasse as raízes do país. Durante o tempo em que o círculo ficou ativo na Noruega, diversas igrejas e templos foram queimados, roubos aconteceram, brigas e mortes se sucederam. Os personagens e líderes principais de tudo isso foram Varg
Vikernes, do Burzum e Euronymous, do Mayhem. 

O documentário Satan Rides the Media acompanha a cena a partir de Vikernes, condenado à prisão por queimar igrejas e assassinar seu ex parceiro Euronymous  em 1993. 

Segundo as investigações e conforme os seus depoimentos,  Vikernes matou a facadas Øystein Aarseth, ou Euronymous ,  alegando que Aarseth vinha conspirando para torturá-lo até a morte e que gravaria um vídeo do evento, usando uma suposta reunião sobre um contrato assinado como pretexto. Na noite do encontro Vikernes afirma ter sido surpreendido pelo inicial ataque de Aarseth, declarando que agiu em legítima defesa e que a maioria dos ferimentos de Aarseth foram em razão de uma queda durante a luta entre eles. Apesar de suas afirmações, Vikernes acabou preso e condenado a 21 anos de prisão por homicídio e incêndios criminosos.

Em 1999, Varg confirma o fim do seu projeto e o Burzum acaba. No dia 22
de maio de 2009 (dez anos depois ter confirmado o fim do Burzum), Varg Vikernes deixa a prisão e começa a gravar um novo álbum. Inicialmente o nome deste álbum seria "Den Hvite Guden", porém Varg preferiu mudar o título para Belus. O Burzum renasce em 8 de março de 2010 com o esperado álbum Belus, depois de 11 anos, com a sonoridade parecida com Hvis Lyset Tar Oss e Filosofem. O álbum não apresenta conteúdo religioso ou de anti-religião.

Em 2013, Varg Vikernes anunciou em seu blog pessoal que estaria se aposentando oficialmente do Metal e em alguns trechos explica os motivos para essa escolha:

"O Burzum apareceu em 1991 com uma gravação de guitarras e baixos, e algumas músicas com uma qualidade de ensaio. Fiz alguns álbuns com certo sucesso, mas todos traziam a música ambiental em algum aspecto. Com o tempo fui me afastando cada vez mais do Metal, e hoje só toco música ambiental. Então nesse ano (2013) acredito que chegou a hora de cortar esse laço de uma vez por todas. Muitos de vocês seguem o Burzum há anos, alguns desde o começo, então acredito que esse projeto mereça um adeus apropriado. De forma que o "Burzum Metal" vai terminar como começou: "com guitarras, baixos, e uma música com qualidade de ensaio". “Back to the Shadows” traz os últimos Riffs de Metal que fiz (ainda em 2012). Nunca foi lançado de nenhuma maneira, e nem gravado ou editado além do que vão escutar, então traz toda a veia do "verdadeiro Burzum" que muitos conheceram há 2 décadas. Aceitem isso como um adeus simbólico ao Burzum que conheceram. Além da música o vídeo também traz uma foto minha aos 17 anos de idade, idade em que conheci o Black Metal e comecei esse projeto, também peço que tomem-na como um adeus a esse velho amigo."

Entrevistas, reportagens, o julgamento, tudo é mostrado dentro do contexto Black Metal da época e principalmente a partir da repercussão midiática em torno do assunto na Noruega e em toda a Europa, que é o verdadeiro diferencial e o que move este trabalho.

link
https://www.youtube.com/watch?v=ytw__QOGses

Por Mauricio Porão


Documentário: Aos Berros - Movimento Punk em Juiz de Fora

Com recursos próprios e um esforço criativo dos produtores, AOS BERROS narra a trajetória dos primeiros punks de Juiz de Fora, cidade mineira próxima ao Estado do Rio de Janeiro.

Originário da Inglaterra e dos EUA, o movimento contra cultural punk chega ao Brasil no final da década de 70. No princípio dos anos 80, Juiz de Fora vive sua primeira aurora punk. Nesse período, jovens influenciados pelas primeiras aparições do punk na mídia interna- cional e nacional, e também no mercado cultural, reforçaram sua comunicação e organização com grades centros, principalmente Rio de Janeiro e São Paulo. Houve circulação de fanzines, fitinhas com músicas punks e visitantes.

Embora considerada cidade de médio porte, Juiz de Fora tinha uma forte dose de conservadorismo no final da década de 70, visto até hoje. O tradicionalismo se reflete na elite política, nos estilos de artistas e nos eventos, que, salvo exceções, são quase os mesmos desde aquela época, mantendo as devidas proporções.

Porém, no início da década de 80, o punk teve espaço. Jovens politizados de classe média, com mais acesso às informações e fartos do rock, da musica tradicional e da moda daquela época, difundiram o movimento para os jovens de classes mais baixas. O punk era a sua voz.

No I Festival de Rock de Juiz de Fora, realizado no dia 13 de agosto de 1983 no campo do Sport Clube, bandas punks do Rio de Janeiro e São Paulo tocaram para um público estimado entre oito e doze mil pessoas. Entre as bandas estavam Olho Seco, Cólera, 365, Coquetel Molotov e Desespero. Nesse dia também se apresentou a primeira banda punk de Juiz de Fora, a Força Desarmada. A partir daí, embora algumas distorções da mídia que ocorreram depois do festival, o punk ganhou mais espaço, mais pessoas se identificaram com o movimento, mais bandas se formaram. O cenário artístico da cidade sofreu grandes modificações e efervescência, se contrapondo aos mais conservadores.

Através de uma ampla pesquisa, gravações com vários remanescentes dessa “primeira geração punk”, além da compilação e restauração de arquivos inéditos, AOS BERROS tenta resgatar parte desta história ofuscada pela memória oficial.

A produção de AOS BERROS começou em outubro de 2008 como um projeto de monografia interdisciplinar de três estudantes daUniversidade Federal de Juiz de Fora: Davi Ferreira, estudante de Comunicação Social, Aline Freitas, estudante de Especialização em TV, Cinema e Mídias Digitais; e Jimmy Klaus, estudante de História. Os três concluíram os cursos com a prévia do vídeo e o embasamento teórico pesquisado. Cada um apresentou o trabalho conforme o contexto de sua área.

Porém, o projeto não acabou com as formaturas. Pelo contrário, ganhou proporções maiores e resgatou uma história importante para a arte, e que nunca foi contada. Agora você pode conferir essa história nos melhores festivais de cinema. Confira o trailer abaixo.

Direção: Davi Ferreira

Co- direção: Jimmy Klaus e Aline Freitas


assista:
https://n-1.cc/videolist/watch/878051/documentario-aos-berros-movimento-punk-em-juiz-de-fora-mg-brazil


Fonte

post original: 
http://daviferreirablog.blogspot.com.br/2010/01/aos-berros-movimento-punk-em-juiz-de.html
http://faith-on.blogspot.com.br/2014/05/cine-noia-aos-berros-movimento-punk-em.html

sábado, 28 de junho de 2014

Whipstriker: Revelada capa e uma faixa do novo 7´´ EP que será lançado na Alemanha.

LINK
http://whipstriker.bandcamp.com/album/black-rose-killz-7-ep-2014


Fonte
Pesquisa Music Reunion


UNDER THE SIGN OF SPEED METAL - DATA: 29/06/2014 - JANDIRA - SP

Fonte
Pesquisa Music Reunion

Nuclear Frost: Banda divulga nova música e cartaz de tour na Europa.

Link
https://www.youtube.com/watch?v=AKiPfpUlZsc




Fonte
Pesquisa Music Reunion

APOKALYPTIC RAIDS CONFIRMADA NO 3º ATO DO MANIFESTO SONORO NO SEXISM! ONLY FUCK'N'ROLL.

MAIS INFOS
https://www.facebook.com/nsofroll 

Fonte
Pesquisa Music Reunion